top of page
  • Foto do escritorRubria Liliane

QUANTO CUSTA VIAJAR PARA O JAPÃO E COMO PLANEJAR SUA VIAGEM

Atualizado: 30 de set. de 2023


Torii no Japão, em Osaka.
Imagem com direito autoral própria - Torii no Japão.

Viajar para o Japão é um sonho de muita gente, mas estando do outro lado do mundo não é tão simples chegar lá, as dúvidas de quanto custa viajar para o Japão e como se planejar martelam na cabeça do viajante e as vezes pode desanimar.


O principal motivo dos sonhadores adiarem essa viagem é sempre o mesmo: dinheiro.


Mas eu posso te confirmar que antes de você colocar esse motivo na lista, existe outro que ocupa o primeiro lugar: força de vontade genuína.


Eu te digo isso porque meu desejo de ir ao Japão é desde os 16 anos de idade, e de lá para cá eu não acumulei riquezas, mas na primeira oportunidade que eu tive não pensei duas vezes.


DOCUMENTAÇÃO PARA VIAJAR AO JAPÃO


Claro que você pensa no primeiro no dinheiro e sobre quanto custa viajar para o Japão, mas isso vamos tratar a frente, porém sem estar ciente da documentação você não vai a Japão algum. Fique atento a:


- Passaporte brasileiro válido (mínimo 6 meses antes de expirar);

- Documento de identificação pessoal válido (RG, CNH);

- Visto eletrônico;

- Comprovante de residência atualizado;

- Comprovante de renda: imposto de renda, 3 últimos contracheques, 6 últimos extratos bancários;

- Comprovante de saldo bancário com o valor que corresponda aos gastos previstos da sua estadia no Japão;

- Reservas de hotéis;

- Reserva de passagem de ida e volta;

- Seu roteiro de viagem no Japão;

- Formulário preenchido;

- Foto 3x4 atualizada nos últimos 6 meses;

- Pagar taxa de visto;


Parece muita coisa, mas acredite, em relação a outros países são documentos básicos. Antes de você entender quanto custa viajar para o Japão, existe uma novidade sobre a solicitação de visto.


Entenda que o consulado quer garantir que você de fato esteja indo a turismo, comprovando a sua estadia, passagens de ida e volta (até 90 dias), além de garantir que você tenha condições financeiras de se manter durante sua viagem.


Caso sua estadia no Japão seja na casa de familiares e amigos, você precisará de outros documentos e seu anfitrião precisa ser nativo ou residente legal no país.


Neste caso, além de toda documentação pessoal que precisa enviar, no lugar do comprovante de estadia se atente a:


· Uma carta convite do anfitrião declarando ser responsável pelo visitante no país, inclusive financeiramente, pelo tempo de sua permanência;

· Comprovante de residência do anfitrião;

· Comprovante de renda familiar do anfitrião;

· Documento que comprove a fonte de renda do anfitrião;

· Documento que comprove a legalidade do anfitrião no Japão; no caso de nativo será a documentação de identificação oficial, se for residente legal, o documento que comprove sua legalidade no país.


VISTO ONLINE PARA BRASILEIROS A TURISMO NO JAPÃO


Japan eVisa - Visto de entrada de brasileiros no Japão
Print de tela do site Japan eVisa traduzido.

Há algumas semanas, o interessado precisava ir pessoalmente até o consulado japonês mais próximo para solicitar o visto de viagem munido de todos os documentos acima.


Mas agora o viajante pode fazer essa solicitação sem precisar sair de casa, e no dia da sua viagem é só apresentar a autorização aprovada na imigração.


A solicitação de visto é feita através do site Japan eVisa e os passos são muito simples.


Após preencher o formulário e anexar a documentação solicitada, você receberá o email de acompanhamento do pedido de visto, e poderá acompanhar o status da solicitação pelo site e por email.


Se houver alguma pendência, é provável que seja solicitada e você poderá fazer a alteração ou substituição do documento no sistema, por isso a importância de fazer a solicitação com pelo menos 3 meses de antecedência da sua viagem ao Japão.


Se o visto não for aprovado, o sistema não vai te dizer o motivo.


Se seu visto for aprovado, você vai realizar o pagamento da taxa de visto que poderá ser via cartão de crédito online.


Quando chegar a hora de apresentar o visto aprovado na imigração, precisará fazê-lo pelo sistema ON-LINE do Japan eVisa e para isso você vai precisar está conectado a internet. Os agentes de imigração não irão aceitar a autorização de visto em PDF ou print de celular.


Mas não se preocupe que nos aeroportos tem pontos de wi-fi muito bons, eu mesmo não passei vontade, mas se você prefere evitar perrengue, você pode sair do Brasil conectado com a internet America Chip.

É possível consegui isenção da taxa de visto se for visitar um dos seguintes destinos dentro do Japão:

· Miyagi;

· Okinawa;

· Iwate.

Nesses casos você precisa comprovar através do seu roteiro de viagem e estadia.


PLANEJAMENTO DA VIAGEM


Como eu já garantir que você sabe das informações burocráticas para entrar no país, agora podemos ir ao primeiro passo do planejamento oficial da sua viagem e saber quanto custa viajar para o Japão.


Primeiramente, quanto tempo você gostaria de ficar no país? Você tem época preferida?


Conte que 4 dias é viajando, fora isso eu aconselho passar pelo menos que 15 dias livres no Japão, mas se você tiver somente 10 dias a experiência ainda é muito válida.


Menos de 10 dias sem contar os dias no avião, melhor rever seu planejamento.


Depois você precisa saber com firmeza, qual cidade gostaria de visitar no Japão e porque você quer ficar lá, caso você não saiba acompanhe nosso blog pois aqui sempre será recheado de detalhes sobre o Japão.


Você precisará informar ao seu agente de viagens qual é a cidade que você vai ficar para que ele faça a compra das passagens com a estratégia do aeroporto mais próximo.


Sabendo a cidade que deseja, procure hotéis próximos das estações de trem, pois no Japão você consegue se locomover para vários lugares a pé e de trem, sem necessidade de pegar táxi.


Faça a cotação de hotéis estratégicos e próximos dos pontos turísticos que você quer ver nesta cidade.


Você pode ter noção de quanto você precisa com passagens e hospedagens a partir daí, mas você também precisará de:


§ Dinheiro de transporte;

§ Dinheiro para custear a alimentação e comprinhas;

§ Dinheiro para possíveis atrações;

§ Dinheiro emergencial.


Para que você organize tudo, consiga mensurar claramente e deixe o planejamento da sua viagem ao Japão objetiva, faça uma planilha e coloque o que você precisa, o que está pendente de fazer e o que você já fez. Isso te ajudará muito, como nos exemplos abaixo:




QUANTO DINHEIRO EU DEVO LEVAR PARA O JAPÃO


Quanto custa viajar para o Japão?

Isso é muito relativo, mas vamos falar aqui dos valores do modo econômico.


Não inclua neste exemplo os valores de passagem aérea, hospedagem, transporte, seguro viagem, internet e das atrações que você pretende visitar.


O orçamento que você pretende levar para a viagem no Japão é fora essas despesas que deverão já estar garantidas. Essas coisas não devem estar misturadas jamais, para que você não passe perrengue.


O valor mínimo recomendado para uma viagem econômica no Japão é de R$400,00 por dia e por pessoa, se for uma viagem folgada (econômico plus) considere R$600,00 por dia e por pessoa, mas defina um valor emergencial por fora.


Some os valores recomendados + cotações de passagens aéreas + estadia de hotel + custo de transportes no local + chip de internet + seguro viagem + possíveis atrações + custo de taxa de visto e afins, e terá o orçamento total da sua viagem ao Japão.


Se a sua situação for de convidado no país e sua estadia for na casa de familiares e amigos, você poderá retirar o custo de estadia de hotel e das principais refeições, o restante é muito provável que precise custear.





Rubria Liliane

Jornalista, escritora entusiasta.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page